//
você está lendo...
Geografia

Cartografia

cartografia (11)

Inicialmente é importante destacar que a Cartografia é uma ciência responsável pela representação da superfície terrestre em um papel – mapa, carta ou planta.

MOVIMENTOS DE ROTAÇÃO E TRANSLAÇÃO DO PLANETA TERRA

Entende-se pelo fenômeno de Translação, do Planeta Terra, o movimento em torno do sol, enquanto que o fenômeno de Rotação referencia o movimento que o Planeta Terra realiza em torno de si mesmo.

Observa-se ainda que o movimento de Rotação dura 23 horas, 56 minutos e 4,09 segundos, enquanto que o movimento de Translação dura 365 dias e 6 horas.

Rotação e Translação do Planeta Terra

ANOS BISSEXTOS

Chama-se ano bissexto o ano ao qual é acrescentado um dia extra, ficando ele com 366 dias, um dia a mais do que os anos normais de 365 dias, ocorrendo a cada quatro anos (exceto anos múltiplos de 100 que não são múltiplos de 400). Isto é feito com o objetivo de manter o calendário anual ajustado com a translação da Terra e com os eventos sazonais relacionados às estações do ano. O último ano bissexto foi 2012 e o Próximo será 2016.

EVOLUÇÃO DAS FORMAS DO PLANETA TERRA

Em um passado remoto, a humanidade concebia o espaço geográfico como finito, sendo localizado em um “Planeta” quadrado.

Durante as Grandes Navegações do século XV, concebeu-se o Planeta Terra como sendo da ordem de um círculo, haja vista que existiam especulações de que o planeta fosse redondo.

Todavia, após as Grandes Navegações, presumiu-se que o Planeta Terra fosse uma elipsoide, sendo achatada nos polos. O que explicou grosseiramente a existência das estações climáticas.

Mas na realidade, no século XIX, constatou-se que o Planeta Terra possui uma forma geométrica que somente ela possui: a geóide.

Superfície terrestreConcebeu-se, por meio da análise de satélites via infravermelhos, que a superfície terrestre não é plana e que a superfície possui pontos muito altos e pontos muito baixos, sob e sobre os oceanos.

geoide

Nessa situação, tornou-se difusa a ideia de que o Planeta Terra não era redondo (esférico), nem elíptico e sim geoidal.

formas da terra

Com o avanço das pesquisas por infravermelho, observou-se ainda que a superfície terrestre possui uma elevada formação no polo norte e elevadas depressões do polo sul e no oceano índico.

Geoide achatada no norte

Na sequência, o vídeo demonstra a forma geoide do planeta em movimento de rotação.

COORDENADAS GEOGRÁFICAS E REDE GEODÉSICA

As coordenadas geográficas partem do princípio da Elipsóide, pois ela representa com facilidade a superfície terrestre em um modelo plano e não distorce a superfície terrestre como a Geóide e a Esferóide (que dá ênfase aos pólos).

cartografia (6)

As coordenadas geográficas baseiam-se na projeção UTM – Universal Transversa de Mercator, que posiciona a Europa no centro da Terra e com base nela, encontram-se o sistema  do GPS e de fuso horário (considerando o meridiano de greenwich como marco zero).

cartografia (7)

Os paralelos (latitudes de 0º a 90º – Norte a Sul) e meridianos (longitudes de 0º a 180º – Leste a Oeste), são linhas imaginárias que cortam a superfície terrestre, delimitando assim as coordenadas geográficas que são compostas em graus, minutos e segundos.

cartografia (8)

Projeções do Planeta Terra

ALGUMAS NOÇÕES DE ESCALA

A escala numérica é estabelecida através de uma relação matemática, normalmente representada por uma razão, por exemplo: 1: 300 000 (1 por 300 000). A primeira informação que ela fornece é a quantidade de vezes em que o espaço representado foi reduzido. Neste exemplo, o mapa é 300 000 vezes menor que o tamanho real da superfície que ele representa.

Na escala numérica as unidades, tanto do numerador como do denominador, são indicadas em cm. O numerador é sempre 1 e indica o valor de 1cm no mapa. O denominador é a unidade variável e indica o valor em cm correspondente no território.

ALGUMAS DISPARIDADES ENTRE MAPA, CARTA E PLANTA

Dando continuidade aos princípios da Cartografia, a seguir são exemplificadas algumas características de mapas, cartas e plantas:

MAPA

CARTA

PLANTA

  • · Representação dos aspectos geográficos, naturais ou artificiais da Terra destinados para fins culturais, ilustrativos ou científicos;
  • · Representação plana da Terra, tomada esta como uma forma geométrica geralmente esférica;
  • · Necessita de projeção para representar a esfera sobre o plano;
  • · A escala geralmente é pequena;
  • · A área mapeada ou representada pode ser delimitada por acidentes naturais (bacias, planaltos, chapadas, costas litorâneas, etc.), ou por limites políticos administrativos;
  • · Os mapas se destinam para fins temáticos, culturais, ilustrativos e didáticos;
  • · O mapa é a representação do todo (uma área administrativa ou natural) em uma única folha de papel, nos formatos padronizados para o Brasil pela ABNT;

 

  • Representação plani-altimétrica precisa da Terra, permitindo a medição de distâncias, direções e localização de pontos;
  • Representação plana da Terra tomada esta como uma forma geométrica geralmente elipsoidal;
  • A escala esta entre média ou grande (os valores podem variar entre 1:10.000 até 1.1.000.000 vezes;
  • As áreas representadas ou mapeadas devem ser precisamente posicionadas através da indicação ou do traçado dos Paralelos e Meridianos ou coordenadas planas, geralmente UTM;
  • Necessita de projeção para representar o elipsóide sobre o plano;
  • Desdobramento em folhas articuladas de maneira sistemática;
  • Limite da representação em todas as folhas é constituído por um corte feito através de linhas convencionais;
  • Possibilitam a avaliação precisa da localização de pontos, de direções, distâncias e altitudes, além de mostrar a área mapeada em detalhes;
  • A planta é um caso particular da representação da Terra, tomada esta como se fosse um plano perfeito;
  • Em função de se considerar a Terra um plano perfeito a representação se restringe a uma área muito limitada de mais ou menos uns 10 km até 20 km de raio;
  • A escala é grande (maiores que 1:10.000, porém menores que 1:200), conseqüentemente o número de detalhes é bem expressivo;
  • As plantas possuem objetivos específicos para representar plantas de arruamento, plantas ou projetos plani-altimétricos, plantas cadastrais, plantas de obras da construção civil, barragens, loteamentos e divisões de terras, etc.;

Exemplo de Mapa

Exemplo de uma Carta

Exemplo de uma Planta

INTRODUÇÃO AO GEOPROCESSAMENTO

O geoprocessamento é o mecanismo de digitalização, compilação e produção de uma planta, carta ou mapa cartográfico. Essa tecnologia surgiu na segunda metade do século passado e já difundiu-se na atual sociedade. Existem inúmeros softwares que destinam-se ao geoprocessamento, todavia o mais popular é o ArcGis.

O ArcGis é um grupo de programas que articulam-se com o objetivo de elaborar e modificar mapas cartográficos. A empresa que detém os direitos autorais desse pacote é a ESRI. A criação de mapas temáticos, via ArcGis, é dinâmica e intuitiva, assim como softwares do pacote Office da Microsoft.

INTRODUÇÃO AO SIG

O SIG é um sistema de tratamento de dados georreferenciados com coordenadas geográficas, incluindo latitudes e longitudes. Com base na coleta desses dados georreferenciados, bem como com base no conhecimento teórico e prático, é possível que empresas e universidades mapeiem fenômenos, a fim de contribuir com políticas públicas que articulem os interesses sociais, políticos e econômicos em discrepantes escalas e patamares.

O IDRISI é um software da empresa Taiga, cujo objetivo é a compilação de dados inseridos em um ambiente que possibilita a interpolação de dados quantitativos, via lógica Booleana, lógica Fuzzy ou Multicritérios. A criação de mapas temáticos, via IDRISI, não é dinâmica e nem intuitiva, requerendo assim conhecimento técnico científico adquirido em cursos específicos.

Sobre Ramon Bieco

Professor de Geografia desde 2009

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: