//
você está lendo...
Geografia

Impactos Socioambientais de sociedades pretéritas e modernas

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (1)

Segundo Diamon,

pela primeira vez na história, enfrentamos o risco de um colapso global. Mas também somos os primeiros a desfrutar da oportunidade de aprender com o que ocorre com sociedades em todas as partes do mundo atual, bem como com o que ocorreu em sociedades do passado“.

A TEORIA DOS COLAPSOS SOCIOAMBIENTAIS DE JARED DIAMOND

No que diz respeito ao manejo sustentável dos recursos naturais, o Homo sapiens, desde que desenvolveu a inventividade, a eficiência e as habilidades de caçador, há uns 50 mil anos, tem enfrentado desafios e dificuldades criadas pela sua própria capacidade de superar esses desafios. 

Assim sendo, após alertar para o fato de que os colapsos sociais não podem ser atribuídos integralmente a danos ambientais, Diamond constrói uma estrutura analítica de cinco possíveis fatores que podem resultar em um colapso ambiental:

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (6)

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (7)

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (8)

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (9)

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (10)

COMUNIDADES HUMANAS PRETÉRITAS E MODERNAS: uso e ocupação dos recursos naturais

Diamond entende que os colapsos tendem a seguir cursos similares, fazendo variações sobre um mesmo tema. Desse modo, o mesmo estabelece oito processos por meio dos quais sociedades do passado danificaram o ambiente em que viviam:

1) Desmatamento;

2) Destruição do habitat;

3) Problemas com o solo (erosão, salinização e perda de fertilidade);

4) Problemas com o controle da água;

5) Atividades sobre caça;

6) Atividades sobre pesca;

7) Efeitos de espécies exóticas introduzidas sobre as espécies nativas;

8) Aumento per capita do impacto do crescimento demográfico;

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (14) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (15) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (16) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (17) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (18) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (19) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (20) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (21)

SOCIEDADES QUE ENTRARAM EM COLAPSO

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (23) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (24) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (25) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (26) Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (27)

PODER E MICHAEL FOUCAULT

  • Conforme exposto por Michael Foucault, a sociedade demanda poder para o Estado, pois a mesma necessita de estabilidade social, ao que concernem os serviços de saúde, educação, segurança e mobilidade urbana.
  • Desta forma, verifica-se que após a consolidação do Estado (a partir do século XV), o termo sociedade é conhecido como “população”, cuja será monitorada pelo Estado, a fim de desenvolver políticas públicas na promoção da equidade socioambiental.
  • Assim sendo, surge o termo “biopoder” que, para Foucault, significa a carência que o Estado possui em ter conhecimento simultâneo sobre as condições de vida da população, referente à saúde, a educação e a segurança da população.

Nesse contexto, Foucault analisa o desenvolvimento da sociedade em três momentos:

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (30)

  • Primeiro momento monista: A sociedade monista de Foucault, refere-se a uma sociedade única que vive em apenas um plano  (sol,  noite,  água,  fogo,  etc.). Para o pensador, essa sociedade perdura na Antiguidade, sobretudo até a idade média;

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (29)

  • Segundo momento dualista: A partir da idade média, Foucault classifica a sociedade como dualista, pois desde então existe a presença do metafísico (que são os fenômenos que o ser humano não enxerga) e do realismo (são os fenômenos que o ser humano vive e enxerga).

Impactos Socioambientais, Sociedade pretéritas e modernas (31)

  • Terceiro momento complexo: A terceira estrutura da sociedade, seria a sociedade complexa, cuja sistematização parte do princípio da economia  capitalista, dos  diferentes  tipos  de linguagem e do avanço técnico-científico que torna a sociedade complexa.
Anúncios

Sobre Ramon Bieco

Professor de Geografia desde 2009

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: