//
você está lendo...
Geografia

Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção

dengue-2

Entre as doenças tropicais a Dengue destaca-se não somente no Brasil, mas também em outros países, pois a doença está relacionada com a proliferação do vetor transmissor Aedes Aegypti, bem como a expansão demográfica em face da macrocefalia urbana.

De acordo com a figura a seguir, é possível observar que a Dengue é uma doença tropical, dada a ocorrência da mesma entre o Trópico de Capricórnio (Sul) e o Trópico de Câncer (Norte).

global_denguetransmission_ithriskmap-1

O Risco de Dengue é maior entre países tropicais como o Brasil (WHO, 2014)

Assim sendo, o Brasil apresenta condições climáticas favoráveis para a proliferação do vetor da Dengue e, por esse motivo, paulatinamente a epidemia atinge um número cada vez maior de pessoas sucessivamente a cada epidemia.

Salienta-se que a Dengue é um problema de saúde pública por falta de educação ambiental da população, pois o mosquito Aedes Aegypti necessita de um recipiente com água parada para se reproduzir. Portanto, a única forma de prevenir a Dengue, é não deixar água parada.

No Brasil, devido a soma das chuvas intermitentes (chuvas frequentes com intervalos de 3 a 7 dias) com a existência de recipientes que possibilitam água parada (vasos e pratos de plantas, latinha de refrigerante, pneus, etc.), o maior risco encontra-se nos estados do Nordeste e Norte brasileiro, sendo que a ocorrência é frequente nos demais estados conforme pode ser observado na figura a seguir.

mapamat110111

Risco de Dengue no Brasil, por Unidade da Federação [2011] Fonte: http://www.dengue.org.br/dengue_mapas.html

Somente a fêmea do mosquito Aedes Aegypti transmite a Dengue, sendo que para a mesma transmitir o vírus, é necessário que o mosquito esteja infectado pelo mesmo, isto é, a fêmea precisa picar um individuo portador do vírus Dengue e, após 10 dias, poderá transmitir o vírus para outro individuo que será infectado.

dengue2_0

Mosquito Aedes Aegypti

ATENÇÃO: Se você foi picado pelo Aedes Aegypti, existe a possibilidade de você não ter contraído o vírus. Infelizmente, após a picada, não existem medidas a serem tomadas de imediato. Você terá que esperar entre 4 a 7 dias e observar se você apresenta algum sintoma da Dengue, para que imediatamente possa buscar tratamento médico. 

sintomas

Sintomas da Dengue Clássica e da Dengue Hemorrágica [www.dengue.org.br/sintomas]

Após a realização do exame de sangue que identifica os anticorpos contra o vírus, o paciente incia um tratamento médico similar ao de uma gripe, isto é, recomenda-se repouso, a ingestão de muita água e o uso de medicamentos que amenizam os sintomas como, por exemplo, paracetamol.

Contudo, indivíduos diabéticos, soropositivos ou com neoplasia (câncer), podem necessitar de atendimento médico diferenciado, pois apresentam imunidade baixa e para evitar complicações (que podem levar a óbito) são internados para acompanhamento médico e, em alguns casos, necessitam realizar transfusão de sangue.

Ressalva-se ainda que a Dengue Clássica é dividida em 4 tipos. DEN1, DEN2, DEN3 e DEN4. Cada individuo infecta-se somente uma vez na vida com um tipo de Dengue. Por exemplo, se um individuo se contaminou com o DEN1, este adquire resistência e nunca mais ira contrair DEN1. Contudo, poderá contrair DEN2, DEN3 ou DEN4. A Dengue Hemorrágica é quando ocorre complicações no organismo da infecção da Dengue Clássica, necessitando de um cuidado médico mais atento.

Para que tal situação seja alterada é imperativo que o Estado tome como exemplo medidas de controle dos países estrangeiros e, também, invista em pesquisas científicas para a erradicação do Aedes Aegypti.

Cada epidemia possui elos estritamente ligados as condicionantes socioeconômicas, pois infelizmente nas periferias, há existência de lixo a céu aberto que servem de depósito para o armazenamento de água e posterior proliferação do mosquito. Portanto, é necessário que toda a população deve unir-se em prol do combate ao Aedes Aegypti.

screen-shot-2012-01-12-at-18-45-15

dengue.org.br/dengue_prevenir.html

Sobre Ramon Bieco

Professor de Geografia desde 2009

Discussão

Um comentário sobre “Dengue: Sintomas, Tratamento e Prevenção

  1. Gosteii bastante viu mosso desse site bom que quando eu for fazer minhas pesquisas venho akii 😍

    Publicado por Breno | 12 de junho de 2016, 19:57

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: